A Última Lição de Michel Foucault
Adicionar a lista de desejos
Recomendar para um amigo

A Última Lição de Michel Foucault

Geoffroy de Lagasnerie

oferta
Saiba mais
De: R$34,90Por: R$29,9014% OFF
4x de R$7,48 sem juros
Cartão de crédito

2x de R$14,95

sem juros

Total: R$ 29,90

3x de R$9,97

sem juros

Total: R$ 29,90

4x de R$7,48

sem juros

Total: R$ 29,90

Produto em estoque, disponível para pronta-entrega

Previsão de entrega e valor do frete

Não sei meu CEP

Previsão de entrega e valor do frete

CEP Entrega em | Frete: R$ Utilizar outro CEP

Avise-me quando chegar

Compre junto

De: R$52,80Por: R$47,80 Você economiza:R$ 5,00
De: R$76,90Por: R$66,80 Você economiza:R$ 10,10

Sinopse

No final dos anos 1970, o filósofo Michel Foucault (1926-1984) apresentou dois cursos em que fez uma "genealogia do Estado moderno": Segurança, território e população (1978) e Nascimento da biopolítica (1979).

No primeiro curso, Foucault refletiu sobre as concepções de governo desde a Antiguidade até os primórdios da Era Moderna. Em Nascimento da biopolítica, sua atenção se concentrou na "governamentalidade" (neo-logismo para designar as técnicas de governo) liberal e neoliberal.

Além de tratar dos pensadores do liberalismo clássico, ele examinou detidamente duas escolas econômicas neoliberais: a alemã do pós-guerra (com Walter Eucken e Franz Böhm) e a de Chicago (com Friedrich Hayek, Gary Becker e Ludwig von Mises).

A análise foucaultiana do neoliberalismo é uma das mais controversas de sua obra, por romper com consensos à esquerda e à direita. Paradoxalmente, foi uma das menos examinadas em profundidade.

É nesse curso que se detém Geoffroy de Lagasnerie, em A última lição de Michel Foucault, a fim de investigar as razões do interesse do filósofo por uma doutrina econômico-política associada a governos conservadores.

Segundo Lagasnerie, o objetivo de Foucault não foi nem denunciar o neoliberalismo, nem defendê-lo, mas fazer dele uma ferramenta de crítica ao pensamento político tradicional, à filosofia do direito e à teoria social. No pensamento neoliberal - com sua aversão ao Estado e sua defesa da diversidade do mundo social -, Foucault teria encontrado os instrumentos para desenvolver uma filosofia da emancipação política para nosso tempo.

"Há quase 150 anos, Marx propôs romper com a crítica pré-capitalista do capitalismo; hoje é tempo de abandonar a crítica pré-liberal do neoliberalismo", afirma Lagasnerie.

Informações Técnicas

Título: A Última Lição de Michel Foucault
Autor: Geoffroy de Lagasnerie
Tradução: André Telles
Editora: Três Estrelas
Edição: 1
Ano: 2013
Idioma: Português
Especificações: Brochura | 168 páginas
ISBN: 978-85-6533-913-1
Peso: 220g
Dimensões: 210mm x 140mm