A Revolução de 1989
Adicionar a lista de desejos
Recomendar para um amigo

A Revolução de 1989

A Queda do Império Soviético

Victor Sebestyen

oferta
Saiba mais
De: R$69,00Por: R$59,9013% OFF
4x de R$14,98 sem juros
Cartão de crédito

2x de R$29,95

sem juros

Total: R$ 59,90

3x de R$19,97

sem juros

Total: R$ 59,90

4x de R$14,98

sem juros

Total: R$ 59,90

Produto em estoque, disponível para pronta-entrega

Previsão de entrega e valor do frete

Não sei meu CEP

Previsão de entrega e valor do frete

CEP Entrega em | Frete: R$ Utilizar outro CEP

Avise-me quando chegar

Compre junto

De: R$118,00Por: R$89,80 Você economiza:R$ 28,20
De: R$98,90Por: R$76,40 Você economiza:R$ 22,50

Sinopse

Do fim da Segunda Guerra Mundial até o final da década de 80, o mundo viveu sob a tensão permanente da Guerra Fria entre as duas superpotências nucleares, Estados Unidos e União Soviética, e os países integrantes de seus respectivos blocos geopolíticos de influência. Esse período de cisão marcou profundamente a Europa, onde a Cortina de Ferro mantinha cerca de uma dezena de países comunistas segregados ideológica, física e militarmente das nações capitalistas a seu redor.

O marco icônico dessa divisão, o Muro de Berlim, caiu há exatos 20 anos, dando início a uma série de revoluções pacíficas que varreram, um a um, os regimes totalitários no âmbito da Cortina, pondo a nu o declínio da União Soviética --num processo de esfacelamento cuja rapidez não pôde ser prevista por nenhum líder político, analista militar ou agente dos serviços de inteligência. Em "A Revolução de 1989", o autor Victor Sebestyen traça aquele que talvez seja o mais abrangente e detalhado painel de circunstâncias e personagens decisivos para a súbita derrocada comunista.

De João Paulo 2 ao líder sindical polonês Lech Walesa, de Ronald Reagan a George Bush, do ditador alemão oriental Erich Honecker ao déspota romeno Nicolau Ceausescu, do mártir suicida da Primavera de Praga Jan Palach ao escritor-presidente tcheco Vaclav Havel --sem contar a linhagem de dirigentes soviéticos que inclui Leonid Brezhnev, Yuri Andropov e, claro, o reformista Mikhail Gorbachev--, é vasta a galeria de personalidades resgatadas nas subtramas por trás da grande história do fim da Guerra Fria.

Com amplo domínio narrativo, o autor descreve e entrecruza as trajetórias desses diversos personagens ao mesmo tempo em que as contextualiza a fatos determinantes para o esgotamento do Império Soviético (a fracassada campanha na Guerra do Afeganistão e o desastre nuclear Chernobyl, por exemplo) e para a conquista da democracia nos países-satélites do regime (como o surgimento da organização sindical Solidariedade, na Polônia, ou o ambiente de permanente resistência cultural na Tchecoslováquia).

O autor Victor Sebestyen tem envolvimento pessoal com o tema. Nascido em Budapeste, teve de abandonar a Hungria junto com a família por conta da invasão soviética de 1956 --fato histórico em que se baseia seu livro de estreia, "Doze Dias". Na vida adulta, desenvolveu carreira jornalística na Inglaterra, tendo atuação destacada na cobertura da transformação do Leste Europeu a partir dos acontecimentos de 1989. 20 anos depois, com o distanciamento crítico que só o tempo pode oferecer, seu trabalho organiza fatos dispersos de uma diversidade de fontes para produzir um relato forte, vívido e emocionante sobre os eventos que esculpiram a face de um novo mundo a partir do fim do século passado.

Informações Técnicas

Título: A Revolução de 1989
Subtítulo: A Queda do Império Soviético
Autor: Victor Sebestyen
Editora: Globo Livros
Edição: 1
Ano: 2009
Idioma: Português
Especificações: Brochura | 530 páginas
ISBN: 978-85-2504-770-0
Peso: 750g
Dimensões: 230mm x 160mm